VETORES EM QUE NOS MOVEMOS

Intervenções sobre externalidades ambientais:

1. PROMOÇÃO DA EFICIÊNCIA ENERGÉTICA

Implementação de medidas de regulação de fluxos de iluminação ás necessidades da infraestrutura e do complementar recurso à instalação de tecnologia LED (Ascendi é pioneira em Portugal na instalação de tecnologia LED em Nós de Autoestradas);

2. MONITORIZAÇÃO DOS IMPACTES AMBIENTAIS

    • Monitorização das infraestruturas em construção ou construídas.
    • Realização de estudos de impacte ambiental (EIA) em todas as infraestruturas construídas

Subempreiteiros

De modo a garantir o alinhamento das atividades dos subempreiteiros com os standards ambientais da Ascendi, os cadernos de encargos incluem questões ambientais e foi desenvolvido o documento ‘Boas práticas em obra’.

Prémio Gestão Ambiental em Obra - O objetivo desta campanha é o de recompensar as melhores práticas através de um sistema de atribuição de prémios pelo desempenho em matéria de gestão ambiental, avaliando:

    •  Tempos de resposta às solicitações da Ascendi;
    • Valorização de resíduos;
    • Capacidade dos profissionais envolvidos;
    • Uso de boas práticas ambientais;
    • Implementação de sistemas de autocontrole;
    •  Rigor e desempenho das equipas.

Consumos de recursos e gestão de resíduos 

A gestão de resíduos é feita em cumprimento com a legislação nacional em vigor e com base no pressuposto de que, todo o encaminhamento de resíduos é feito para valorização, reduzindo assim o impacto negativo que estes possam causar no meio ambiente.Em 2020, a Ascendi produziu 935 toneladas de resíduos, dos quais 99% são resíduos não perigosos e dos quais 73% foram valorizados.

A gestão de resíduos por parte dos subempreiteiros é um aspecto importante para a Ascendi, por isso aposta na sensibilização e formação, como meio de garantir que os procedimentos adotados estão alinhados com os seus standards. Os subempreiteiros geraram, em 2020, um total de 9.103 toneladas de resíduos, dos quais quase 100% são resíduos não perigosos e dos quais 99% foram valorizados.

Valorização de resíduos

A Ascendi tem como objetivo aumentar a reutilização de resíduos que possam ser valorizados dentro das suas infraestruturas, através da incorporação de resíduos fresados nas novas massas betuminosas a aplicar em futuras repavimentações, promovendo assim a circularidade dos materiais.

InputsUn.´18´19´20
Resíduos produzidost1.102808935
Resíduos perigosost45267
Resíduos não perigosost1.057781928
Outputs Un´18´19´20
Resíduos valorizados19885886

Recursos Hídricos

Considerando a importância da redução do consumo de água como uma gestão eficaz do consumo de recursos, a Ascendi garante o cumprimento da legislação em vigor em todas as suas operações e promovendo diversas iniciativas. O consumo de água em 2020, que foi de 8.811 m3, o que representa um decréscimo de 6% face ao ano anterior (9.435m3), prosseguindo em 2021 este incentivo a uma utilização responsável e sustentável dos recursos hídricos.

Outras iniciativas:

  • Monitorização de zonas sensíveis;
  • Instalação de Bacias de Decantação, com leitos de macrófitas, um sistema “naturalizado” muito eficiente no auxílio à fixação de poluentes transportados em fase dissolvida ou em partículas finas – Sistema pioneiro em Portugal.

Gestão do Ruído

Na gestão de infraestruturas, o ruído é um tema relevante, sendo realizadas, pela Ascendi, monitorizações aos locais propostos nos planos gerais de monitorização (com periodicidade quinquenal) e em locais considerados recetores sensíveis ou que são alvo de reclamações. Mediante os resultados das monitorizações, sempre que tecnicamente exequível e com o aval dos proprietários, são implementadas barreiras acústicas para minimizar ou eliminar o ruído. Em 2020, foram executadas empreitada de barreiras acústicas em zonas mais urbanas, por forma a cumprir ao plano de ação aprovado pela Agência Portuguesa do Ambiente, situação que aumentou o ruído para o meio envolvente e consequentemente as reclamações. No futuro a Ascendi tem o objetivo de continuar as suas empreitadas de barreiras acústicas, minimizando a poluição sonora das suas vias para as comunidades envolventes.

Barreiras Acústicas - 103 KM em 2020

Outras iniciativas:

  • Monitorização do ruído em zonas sensíveis

  • Promoção da utilização, sempre que possível, de pavimento drenante absorvente acústico;

  • Implementação de Barreiras Acústicas.

Conservação da Biodiversidade

Consciente do impacto que as infraestruturas geram, existe um conjunto de iniciativas que consolidam o compromisso da Ascendi de preservação da biodiversidade e proteção das espécies.Em parceria com a Infraestruturas de Portugal, a Ascendi participa no projeto Life Lines, com o objetivo de reduzir a mortalidade animal através da identificação das espécies e definição de medidas para a prevenção de acidentes rodoviários relacionados com animais. Foi desenvolvida uma aplicação móvel que permite a identificação das espécies que circundam as autoestradas e o registo de ocorrências no Sistema de Informação Geográfico (SIG), ficando registada a localização na via de onde surgiram as espécies.

Outras iniciativas:

  • Monitorização de Fauna e Flora em zonas sensíveis, particularmente de espécies ameaçadas;

  • Promoção ativa da conservação de espécies protegidas (transferência de ninhos de cegonhas, realização de campanhas de conservação de espécies);

  • Implementação de corredores ecológicos “naturalizados”, para passagem de fauna, reduzindo o efeito barreira das infraestruturas;

  • Medidas compensatórias com a replantação de árvores de espécies protegidas (ex: Sobreiros e Azinheiras).

  • Dia Internacional do Animal - A Ascendi assinalou o dia mundial do animal, com um vídeo enviado a todos os colaboradores sobre os animais que se encontram nas áreas adjacentes às autoestradas e o trabalho desenvolvido para proteção de espécies.

  • Dia Internacional da Biodiversidade - A Ascendi assinalou o dia internacional da biodiversidade com a divulgação de um vídeo enviado a todos os colaboradores abordando o impacto da atividade e as iniciativas promovidas para a promoção da biodiversidade em parceria com a Universidade de Aveiro. Esta parceria visa reduzir a mortalidade animal e promover a biodiversidade ao longo da rede das concessões.

3. INTEGRAÇÃO PAISAGÍSTICA DAS VIAS

Desenvolvimento de Projetos de Integração Paisagística, para toda a envolvente das infraestruturas rodoviárias.
Seleção de espécies autóctones, de forma a promover uma rápida e adequada integração da infraestrutura na área envolvente.
Implementação de cortinas arbóreas que funcionam como barreira visual de proteção às habitações mais próximas.

Responsabilidade Social

A atividade da Ascendi pauta-se por um modelo socialmente responsável, interativo com a envolvente, designadamente buscando a melhoria do bem-estar das comunidades próximas às suas zonas de influência e dos seus colaboradores, o desenvolvimento do conhecimento científico e técnico na sua área de atividade e a promoção da universalização de valores transversalmente reconhecidos nas sociedades desenvolvidas.

De entre as iniciativas correntemente assumidas destacam-se:

    • Apoio Social
      - Comunidades próximas às infraestruturas: acompanhamento e apoio direto e regular a algumas Instituições Particulares de Solidariedade Social com atividade junto dessas comunidades e promoção de projetos de voluntariado e recolha de donativos junto dos colaboradores Ascendi, beneficiando essas mesmas comunidades;
      - Colaboradores: estabelecimento de protocolos com entidades terceiras que beneficiam colaboradores, ações de promoção da saúde e prevenção da doença, campanhas de recolha de sangue, etc;

    • Promoção do Conhecimento Técnico e Cientifico
      Desenvolvimento de parcerias com Universidades e outras Instituições de Ensino Superior para a realização de projetos de I&D relevantes na área de atividade da Ascendi, para a concretização de programas de estágios curriculares e profissionalizantes e para o financiamento de bolsas de estudo com base no mérito;

    • Promoção do Desenvolvimento Cultural
      Apoio financeiro regular ao Museu de Arte Contemporânea sedeado no Porto (Fundação de Serralves) e financiamento de atividades de investigação arqueológica de zonas de interesse antropológico identificadas no contexto da construção das infraestruturas;

    • Promoção da Integração Social
      Participação ativa em iniciativas da Comissão para a Igualdade no Trabalho e no Emprego, do Fórum para a Igualdade de Género (iGen) e promoção da integração laboral de trabalhadores com deficiência.

    • Promoção da Sustentabilidade TreeTop Walk
      A celebração do 20.º aniversário da Ascendi ficou marcada pela concretização de um mecenato exclusivo com o Treetop Walk, um passeio elevado pela árvores dos jardins da Fundação Serralves, concebido pelo arquiteto Carlos Castanheira em colaboração com o arquiteto Álvaro Siza Vieira. Este mecenato reflete a preocupação da Ascendi relativamente à promoção de um relacionamento ético e responsável com o ambiente, cultura, biodiversidade e práticas sociais sustentáveis.

Logo Católica
Logo SerraAlves
Logo IGen
Logo Nova SBE

Recursos Humanos

A Ascendi acredita que as pessoas são os seus maiores ativos.
Por isso, a sua política de recursos humanos foca-se com particular atenção no desenvolvimento pessoal e profissional dos seus colaboradores através de continuado investimento em programas coerentes de formação profissional, de promoção da segurança no trabalho e de desenvolvimento de atividades de carater lúdico.

O compromisso que cada colaborador assume no desempenho da sua função contagia equipas e a Organização como um todo. É responsabilidade da Ascendi clarificar e alinhar expectativas entre a Organização e os seus Colaboradores para que todos se sintam envolvidos e integrados, promovendo o sentimento de pertença e o orgulho de trabalhar em empresa reconhecida pelas suas boas práticas.

De entre as iniciativas desenvolvidas, destaca-se:

  • Promoção e execução de planos anuais de formação, orientados para o desenvolvimento individual e/ou coletivo de competências profissionais e pessoais;

  • Promoção proativa da Segurança no Trabalho;

  • Promoção da saúde e prevenção da doença;

  • Realização de atividades desportivo-culturais em equipa, como vetor de promoção da coesão interna..

 

Plano Estratégico de Energia 

Tem vindo a ser implementado um Plano Estratégico de Energia (PPE), na Ascendi, que pretende numa primeira fase, identificar e caracterizar o consumo energético direto e indireto de energia, de acordo com o Greenhouse Gas Protocol(GHG), sendo utilizada a tipificação dos âmbitos 1, 2 e 3 prevista no protocolo. Está previsto incorporar a implementação de um sistema de gestão energética integrado, e a adequação de procedimentos relacionados com o fornecimento e uso da energia.

    Serão, ainda, definidos objetivos e metas no âmbito energético com o horizonte de 2025, 2030 e 2040, sobre quatro eixos estratégicos:

    Melhoria de eficiência energética para o mesmo volume de atividade;
    Substituição de energia fóssil por renovável;
    Eletrificação da frota;
    Produção descentralizada;
    Off-set das emissões indiretas âmbito 3.

    Consumo de energia e gestão de emissões 

    O consumo de energia da Ascendi, em 2020, foi de 65.347GJ (menos 7% que no ano anterior), de onde se destaca o consumo de energia renovável em 80% da eletricidade consumida (aumento de 25 pontos percentuais face ao verificado em 2019).

    Percentagem de energia proveniente de fontes renováveis

    Ano%
    ´1829
    ´1955
    ´2080

     

     Consumo de energiaUn.´18´19´20
    Eletricidade adquirida à redekWh10.895.00310.525.1399.046.085
    CombustíveisL783.397871.812899.154
    Consumo de eletricidade de autoprodução renovávelkWh30,47679,50190.159
    Consumo de energiaGJ67,94670,02165.347
    Intensidade energética (extensão da rede)GJ/Km108112104

    As medidas relativas à ecoeficiência implementadas em 2020 representaram um investimento de 435.515€, em medidas como:

    Contratação de fornecimento de energia 100% renovável, melhoria da eficiência do datacenter Multi Lane Free Flow e substituição de luminárias nas autoestradas.

    No decorrer do ano de 2020, entrou em funcionamento o datacenter da Ascendi localizado na Maia. Estes novos equipamentos, permitiram reduzir o consumo de energia face aos anteriores equipamentos para cerca de metade

    As emissões de CO2, em 2020, situaram-se em 605.709 tCO2 o que representa um decréscimo de 36% em relação a 2019 (942.152 tCO2). Do total de emissões, 0,4% foram de âmbito 1 (2.354 tCO2), 0,2% de âmbito 2 (1.154 tCO2) e 99,4% de âmbito 3 (602.201 tCO2), referentes ao tráfego das viaturas que circularam nas vias da Ascendi.